O que é co-marketing e quais as vantagens desta estratégia para seu negócio?

Aprenda a encontrar bons parceiros e oportunidades para seu negócio.

“Uma andorinha não faz verão sozinha!” Se você já ouviu esse ditado alguma vez em sua vida, sabe que ele vai além das relações pessoais e encaixa-se perfeitamente na vida profissional.

E quando falamos disso, não estamos nos referindo apenas a sua carreira, mas também as relações comerciais que são construídas por uma ou mais empresas.

No mercado digital, esse ditado pode ser ainda mais ampliado, principalmente quando pensamos em parcerias comerciais.

Entre as várias estratégias para aproximar duas marcas, o co-marketing tem ganhado destaque principalmente por causa de seu objetivo de expandir a divulgação de um negócio para outros públicos.

Para um empreendedor digital, é fundamental conhecer várias maneiras de aumentar o alcance de sua marca.

Se esse é seu objetivo, confira, a seguir, nossas dicas para te ajudar a encontrar bons parceiros para aplicar estratégias de co-marketing em seu negócio.

Entendendo o co-marketing

Como o próprio nome já sugere, co-marketing é a união das estratégias de marketing de duas marcas com o objetivo de criar e divulgar produtos, serviços ou conteúdos que sejam interessantes para um público em comum.

Ou seja, são as ações de marketing compartilhadas por duas empresas a fim de atingir uma audiência que tenha o perfil parecido e que, por algum motivo, ainda não conhece as duas marcas.

Para ficar mais claro, vamos dar um exemplo:

O McDonald’s é uma rede de restaurantes mundialmente conhecida por seus lanches rápidos. Além dos hambúrgueres, eles também investem em outros tipos de alimentos, como os sorvetes.

Apesar de todo esse sucesso, visando atingir um público ainda maior e que goste de sobremesas diferentes do que apenas um sorvete comum, o McDonald’s passou a fazer parcerias com fabricantes de chocolates.

Hoje, dentre os diversos sabores do McFlurry (uma sobremesa do McDonald’s que você consegue comprar em qualquer lugar do mundo), é possível encontrar uma opção com M&M’s, outra marca muito conhecida em seu nicho.

O que essas duas empresas têm em comum?

Ambas pertencem ao nicho de alimentação e têm opções de sobremesa para seu público. Isso significa que as pessoas que consomem os produtos das duas marcas estão em busca de produtos parecidos: algo doce para saborear depois de uma refeição.

Então, em uma estratégia de co-marketing, McDonald’s e M&M’s se uniram para criar uma sobremesa única, que atingisse os dois público e que ainda ampliasse a divulgação e os lucros das duas marcas.

co-marketing - imagem de um slogan da mm's

Como encontrar parceiros para co-marketing

É claro que o co-marketing traz várias vantagens para seu negócio (falaremos mais sobre isso ainda neste texto), mas você já deve estar pensando:

Como consigo encontrar as marcas certas para fazer esse tipo de parceria?”

Se você pensou que não pode se unir a qualquer empresa apenas para ampliar o alcance de sua marca, você está certo.

Ao procurar parceiros para fazer co-marketing, você precisa levar em consideração:

1. Público-alvo

Tenha certeza de que o público da empresa parceira tem características parecidas com o seu.

De nada adianta tentar fazer co-marketing com uma marca que fale para uma audiência completamente diferente da sua.

Provavelmente, essas pessoas terão pouco ou até mesmo nenhum interesse no que você tem para oferecer.

Não faça parcerias com alguém apenas porque essa pessoa tem um público muito maior do que o seu.

2. Autoridade da marca

Escolha parceiros que já sejam vistos como referências em suas áreas de atuação.

Se seu objetivo é atingir um público engajado, é importante que a marca com quem você quer fazer co-marketing já seja conhecida.

Isso será ainda mais importante se o tipo de estratégia que vocês utilizarem for a de criação de conteúdo.

Afinal, é muito mais fácil conversar com um público que acompanha e acredita naquilo que a empresa está falando.

3. Produto ou conteúdo oferecido

Deixe bem claro qual será o tipo de produto ou conteúdo que você oferecerá e entenda bem o que a outra pessoa dará em troca.

Uma estratégia de co-marketing bem organizada é aquela que o trabalho de criação e divulgação é igual para os dois lados.

Você não vai querer um parceiro que não colabora com as ações de marketing planejadas e muito menos alguém que deixe todo o trabalho para você.

Além disso, tenha certeza de que aquilo que o parceiro oferece segue os mesmos critérios de qualidade que os seus.

Assim, você evita que sua audiência receba algo ruim com o qual ela não está acostumada e também evita que seu nome seja vinculado a um produto ou conteúdo de baixa qualidade.

4. Comunicação

Criar estratégias de marketing em uma empresa com muitos funcionários já é algo que envolve muita conversa para que tudo saia da maneira como você imaginou.

Imagine, então, ter que envolver pessoas que não estão em seu convívio diário?

Sempre que você prospectar outras marcas para fazer parcerias, tenha certeza de que a comunicação será clara.

Se desde o início você perceber alguma dificuldade para conversar com o parceiro, pense melhor se você quer realmente seguir com a estratégia de co-marketing.

Quanto mais difícil for a comunicação, mais complicado será para definir as ações que vocês farão juntos. Ou seja, mais tempo você gastará para criar e divulgar novos produtos ou conteúdos.

5. Conhecimento do mercado

Tenha certeza de que as pessoas com quem você quer fazer co-marketing conheçam bem o mercado delas e também o seu.

É importante que você dê ideias que possam ser usadas pela outra empresa, assim como eles também apresentem possíveis soluções para você.

Quando os dois lados conhecem bem as áreas que serão impactadas com as ações de marketing das duas marcas, é muito mais fácil encontrar estratégias de divulgação que sejam realmente assertivas.

Vantagens do co-marketing

Agora que você já entendeu como encontrar bons parceiros para fazer co-marketing, vamos mostrar as principais vantagens dessa estratégia:

1. Mais alcance

Toda estratégia de marketing tem como objetivo divulgar seu negócio.

A partir do momento que você se une a outra marca para pensar em ações de marketing compartilhadas, se os dois lados aplicarem corretamente o que foi planejado, a divulgação dos dois negócios será maior.

Se você fizer co-marketing com empresas que completam seus produtos ou conteúdos, você consegue fazer com que sua audiência conheça as soluções que eles oferecem, da mesma forma que o público delas passa também a te conhecer.

2. Acesso a um público novo

Essa vantagem é complementar à primeira.

Com mais alcance, automaticamente, mais pessoas passam a conhecer sua marca. E é bem provável que boa parte da audiência da empresa com que você fez parceria ainda não te conheça.

A partir do momento que vocês planejam juntos ações de divulgação de seus produtos e serviços, as duas empresas têm acesso a um público que antes não conhecia e não atingia.

Pode ser que pessoas que nunca ouviram falar de seu negócio percebam que você tem a solução para algo que elas precisavam e não sabiam onde procurar.

E quanto mais pessoas interessadas pelo que você oferece, maiores as chances de aumentar suas vendas.

3. Reconhecimento como autoridade

Ao fazer co-marketing com marcas reconhecidas de seu mercado, você passa a ser visto também como uma referência no assunto que você aborda.

Se as pessoas fazem parcerias com você, é porque elas acreditam que você é uma autoridade em seu nicho.

Isso é importante para sua audiência, que perceberá que aquilo que você oferece tem muito valor, e também para o mercado, que te reconhecerá como um especialista.

4. Menção em outros sites

No tópico anterior, falamos da importância de você ser visto como uma referência para seu público e também para seu mercado.

Mas, além disso, é muito importante que os mecanismos de busca percebam que seu negócio é o mais procurado em seu nicho.

Todas as vezes que você é mencionado em blogs e sites de outras pessoas, os buscadores, como o Google, percebem que seu conteúdo é completo e importante para seu mercado.

Isso é uma ótima estratégia de SEO que pode te ajudar a aparecer nos primeiros resultados de buscas de palavras-chave.

5. Divisão de custos e trabalho

Dependendo das estratégias de marketing que você utilizar, é provável que haja alguns gastos que você precisa fazer, principalmente se pensarmos na criação de algum anúncio pago ou um novo produto.

Ao fazer co-marketing, esses custos podem e devem ser divididos entre as duas empresas.

Mas, além da divisão dos custos, pense em uma estratégia de criação de ebook relacionado a seu mercado, por exemplo.

Para que o conteúdo seja completo, você com certeza precisará investir bastante tempo na hora de escrever.

Se você tiver um parceiro, é possível dividir o trabalho, o que fará com que vocês dois gastem menos tempo criando o ebook.

Além disso, é provável que vocês tenham mais informações do que se estivessem escrevendo sozinhos. Afinal, haverá mais de uma visão de mercado naquele conteúdo e suas ideias podem se complementar.

Como criar uma estratégia de co-marketing

Depois de ter encontrado bons parceiros e entender as vantagens do co-marketing, se você ainda não usa esta estratégia, deve estar se perguntando:

“Como criar uma estratégia de co-marketing?”

Existem várias maneiras de fazer isso, mas há alguns passos que são fundamentais para qualquer ação em conjunto com outras empresas. São elas:

  • Tenha um objetivo: não proponha uma parceria se você não souber o que quer alcançar com ela.
  • Planeje suas ações: pense no formato de conteúdo ou produto que você quer produzir e planeje seus passos antes de propor co-marketing para seus parceiros.
  • Escolha bem seus parceiros: depois de entender o que você precisa alcançar e o tipo de material que você quer divulgar, pense em parceiros que podem contribuir positivamente com suas ideias e que também possam se beneficiar com as ações planejadas.
  • Pense em sua persona: nunca deixe seu cliente de lado. Pense sempre no que ele precisa e no que pode agregar valor para a experiência de sua audiência.
  • Mantenha seus valores: nunca faça co-marketing com uma marca que vai contra os valores de sua empresa. Tenha sempre em mente a imagem que você quer passar para seu público.
  • Divida as ações de marketing: não pegue tudo para você fazer. Divida todas as ações de sua estratégia de maneira igualitária para ser justo para você e para a empresa parceira.
  • Avalie seus resultados: depois de rodar as estratégias que vocês escolheram, avalie os resultados de suas ações para ter certeza de que tudo que foi planejado está dando o retorno esperado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *